Itacaré, o Paraíso Baiano.

Sempre tive vontade de conhecer Itacaré, mas queria ir com tempo para fazer tooda a programação que a cidade oferece e ainda circular um pouco pelas vizinhanças, pois tinha pesquisado e sabia que havia muuita coisa legal pra fazer por lá.

No último feriadão, em outubro, pegamos o carro e partimos para uma aventura de quatro dias em praias e cachoeiras maravilhosas, a apenas 6h de Salvador.

Itacaré é uma cidade pequena, mas com ótima infraestrutura turística e não tão concorrida quanto outras localidades turísticas na Bahia. Mesmo no feriadão, o movimento lá estava bem tranquilo e deu para aproveitar bastante os passeios, sem concorrência.

Já na estrada, paramos na Cachoeira da Pancada Grande, nas proximidades da cidade de Ituberá, a 80 km de Itacaré. Há muitas outras placas de cachoeiras pelo caminho, mas paramos apenas nessa, que é a mais famosa. Numa próxima oportunidade, quando formos com mais tempo, iremos conhecer as outras também.

Processed with VSCO with c1 preset

Pancada Grande, Ituberá.

Chegando em Itacaré, fizemos um passeio pelas “praias urbanas”, que não precisam de trilha para acessar. Essas são as praias mais movimentadas, justamente pela facilidade de acesso. Ainda assim, o movimento estava bem tranquilo, exceto no domingo, que é quando o pessoal local leva a família e a farofa para a praia, hehe.

As praias urbanas são a do Costa, Tiririca, Ribeira e Resende. Com exceção da Ribeira, todas são pequenas e sem muita estrutura, mas formam uma bela paisagem, junto aos montes de mata atlântica abundante que ficam nas extremidades. A Ribeira tem um bar no meio da praia e uma piscina artificial de água doce. É bem lá que a farofa acontece.

Processed with VSCO with hb2 preset

Praia da Ribeira.

Mais distante, já fora da cidade, ficam as praias mais paradisíacas de Itacaré. Fomos a todas de carro, estacionamos nas proximidades e fizemos as trilhas para chegar às praias. As praias do Havaizinho e Engenhoca tem as trilhas mais fáceis, coisa de 10 min andando na sombra das árvores. Já para chegar às famosas Jeribucaçu e Prainha, as trilhas exigem mais disposição e são mais demoradas.

Processed with VSCO with c1 preset

Havaizinho.

Gostaria de falar especialmente da Prainha. Essa trilha foi o ponto alto da nossa ida a Itacaré. Começamos pelo caminho sinalizado na praia da Ribeira, onde ficam sempre alguns guias oferecendo o serviço. Não faço ideia de quanto eles cobram, pois decidimos fazer por conta própria, mas acredito que seja uma boa negociar um preço bacana e fazer a trilha com orientação, pois não é muito fácil de se localizar e tem muitas bifurcações. Demoramos mais de 1h pra chegar, mas valeu a caminhada porque a praia é simplesmente ma ra vi lho sa! Sem falar que nunca fica cheia, pois não é todo mundo que topa o desafio de ir. Na volta ainda paramos em uma cachoeira muito gostosa que fica bem no caminho, para tomar um banho de água doce e relaxar da praia. Essa trilha é tudo de bom!

AirBrush_20171024123229

Trilha da Prainha.

Processed with VSCO with c1 preset

Cachoeira da Prainha.

Mais uma praia famosa de Itacaré, a Itacarezinho, é outra que não precisa fazer trilha. Entretanto, como o acesso é feito por uma propriedade privada de um resort, é preciso pagar 30 reais para entrar de carro e estacionar no local. Pedestres entram gratuitamente, mas tem que enfrentar uma ladeira desgraçada. O bar do resort, que fica à beira da praia, é acessível mediante o pagamento de 50 reais de consumação.

Processed with VSCO with c1 preset

Itacarezinho.

Outra atividade legal que fizemos foi o Rafting em Taboquinhas. É uma atividade bem divertida e que dura a manhã inteira. Fizemos com a Brasil Trip Tours, que nos ofereceu um preço abaixo das outras agências. Pagamos 60 reais por pessoa. Fomos de carro próprio até Taboquinhas, mas a agência também fazia o pacote completo com transporte por 80 por pessoa.

Nossa hospedagem foi na Pousada Encantos da Mata. Adoramos nossa escolha, pois a estadia foi bem tranquila e aconchegante. A pousada tem apenas 5 quartos e fica próxima à Praia da Concha, em uma ruazinha sem saída e de terra batida, bem sossegada. Esdras e Jéssica, donos da pousada, são super atenciosos e amam dar dicas de coisas legais para fazer por lá! O café da manhã também é sucesso e tem bolinho de estudante, ou seja.

Além de visitar todas as praias e algumas cachoeiras, também fomos ver o pôr-do-sol na ponta do Xaréu, na Praia da Concha. Um lugar lindo para terminar um dia de aventuras em Itacaré.

E aí, ficou curiosa(o) para conhecer Itacaré? =)

Tem mais fotos de Itacaré no Insta do blog. Segue lá!

Anúncios

Um comentário sobre “Itacaré, o Paraíso Baiano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s