Um dia em Milão

A última viagem que fiz durante o intercâmbio foi um mochilão pela Itália, começando por Milão. Teria apenas um dia para conhecer tudo e no dia seguinte já seguiria de trem para outras cidades, então já fomos seguindo meio que um roteiro em sequência (roteiro perfeito para um dia, montado por uma amiga também intercambista que está morando lá, pra que melhor, né? :)).

Começamos pelo Castello Sforzesco, que é um castelo que abriga vários museus em seu interior, e que também possui um jardim lindíssimo na parte de trás. A entrada no castelo é gratuita mas para visitar os museus é preciso comprar o ticket, que não me lembro quanto custa.

DSC_0002

Castelo Sforzesco, Milão.

Jardim do Castelo

Jardim do castelo

Castelo Sforzesco.

Castelo Sforzesco

Quando saímos do castelo, tinha uma muvuca das grandes do lado de fora, a “Babbo Running”, que é a corrida do Papai Noel. Simplesmente a rua principal estava lotada de pessoas loucas, todas fantasiadas de Papai Noel, e prontas para saírem correndo pelas ruas. No site do evento diz que mais de 10 mil pessoas apareceram fantasiadas para correr.

Babbo Running

Babbo Running e os 10 mil doidos na frente do castelo (foto do site do evento).

Quando conseguímos sair do meio do ataque de papais noéis, fomos direto ao que nos interessava mais em Milão: O Duomo. A praça do Duomo estava muuuito cheia de gente. Turistas de todos os locais fotografando aquela catedral linda e imponente, riquíssima em detalhes por dentro e por fora. Antes mesmo de entrar eu já estava bem impressionada com a catedral e aí, quando eu entrei, tinha uma orquestra tocando lá dentro, acompanhando o coral da igreja. Foi muito emocionante, lindo mesmo.

Duomo di Milano

Duomo di Milano

Detalhes do Duomo.

Detalhes do Duomo.

DSC_0148

Coral durante a missa na catedral

Também de frente para a Piazza del Duomo fica a Galleria Vittorio Emanuele II, onde ficam as grifes mais conhecidas (onde as chinesas compram Prada com o troco da merenda) e também alguns cafés e restaurantes. Próximo à galeria fica a sorveteria famosa, conhecida como a que tem o melhor gelatto de Milão, a Cioccolati Italiani. O lugar fica tão cheio que é necessário pegar senha, mas até que não demora e o sorvete é mesmo muito gostoso.

Galleria Vittorio Emanuele II

Galleria Vittorio Emanuele II

Gelatto!

Gelatto! (atenção especial para a torneira de chocolate *o*)

Essa foi a nossa programação durante o dia. Quando anoiteceu, fomos curtir Milão como os locais, no Naviglio Grande, que é um dos canais construídos como caminhos de transporte de pessoas e mercadorias (inclusive sendo utilizados para carregar o mármore da construção do Duomo), mas que cairam em desuso, sendo substituídos por automóveis. Hoje em dia, na beira do canal ficam vários restaurantes interessantes e as pessoas circulam por ali de noite. Fomos em um restaurante bem legal e que na verdade é um barco! O melhor de tudo era o modo como funcionava: a gente paga 10 euros e escolhe alguma bebida, que pode ser uma taça de vinho, cerveja, algum drink, etc, e depois pode comer o quanto quiser do buffet, que inclui vários petiscos e até pizza. Ao que parece, muitos dos restaurantes/bares de lá funcionam nesse esquema. O nome do bar que eu fui era Flamba.

20131214_193237

Naviglio Grande, Milão.

Depois de comer toda a comida possível, fomos embora nos preparar para a viagem do dia seguinte: Veneza!

Beijos!

Lenita

Anúncios